conteúdos em inglês / english contents

Processo de revisão da RIS3 do Centro

No âmbito dos trabalhos de preparação do período de programação 2021-2027, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) iniciou em 2019 o processo de reflexão da visão estratégica que se pretende para a Região Centro para a próxima década. Parte integrante e fundamental deste processo é a revisão da Estratégia Regional de Especialização Inteligente do Centro (RIS3 do Centro) - que, no período de programação 2021-2027, será uma ‘condição habilitante’ da Política de Coesão.

Neste contexto, a 18 de outubro de 2019 foi lançado um inquérito que tinha como objetivo reunir contributos dos agentes regionais em questões essenciais para a revisão da RIS3 do Centro. Alguns dos principais resultados deste inquérito foram discutidos na reunião de lançamento de processo de revisão, que decorreu a 31 de outubro de 2019.

No seguimento destes eventos, foram organizadas quatro reuniões, em janeiro e fevereiro de 2020, uma por cada grupo de trabalho da Estratégia Regional de Especialização Inteligente do Centro. Com estas reuniões pretendia-se, sobretudo, ouvir os agentes regionais e reunir contributos relativamente à reformulação das linhas de ação e dos domínios prioritários da RIS3 do Centro. Mais informação sobre estas reuniões poderá ser encontrada aqui.

De todo este processo, e da análise e consolidação de todas as respostas, contributos e sugestões recebidas, resultou a primeira versão de trabalho do documento de revisão da Estratégia Regional de Especialização Inteligente do Centro que aqui se disponibiliza para consulta escrita. Para participar terá que proceder ao preenchimento deste formulário até ao dia 12 de fevereiro de 2021.

 

RIS3 do Centro - 2014-2020

A definição das Estratégias de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente (RIS3), é um processo de construção coletivo e contínuo que foi tornado obrigatória pela Comissão Europeia, no âmbito da Política de Coesão para 2014-2020, constituindo uma identificação, em cada região, das áreas prioritárias para atribuição de fundos comunitários à Investigação e Inovação.

O desenvolvimento da RIS3 do Centro iniciou-se com um exercício amplo de reflexão estratégica sobre o futuro da região, com vista a definir uma estratégia de desenvolvimento regional até 2020, e em contacto direto com os diversos agentes regionais, que validaram um conjunto de domínios diferenciadores temáticos, nos quais a Região se diferencia ou tem potencial de crescimento. Os domínios diferenciadores temáticos do Centro são: Agroindústria; Floresta; Mar; TICE; Materiais; Saúde e o Bem-estar; Biotecnologia; e Turismo.

Foram igualmente identificadas prioridades transversais, que correspondem a objetivos que se pretendem atingir com a estratégia regional e alinham com a Estratégia Europa 2020. As prioridades transversais, atualmente, são: sustentabilidade dos recursos; qualificação dos recursos humanos; coesão territorial; e internacionalização.

Partindo dos domínios diferenciadores temáticos e das prioridades transversais, foi possível chegar às Plataformas de Inovação. Estas são quatro áreas focais, horizontais, com as quais se pretende gerar novas atividades (quer a partir do que existe, quer explorando novas oportunidades e novas combinações de recursos) e, assim, dinamizar projetos de investigação e inovação no contexto da Política de Coesão. As plataformas de inovação são: soluções industriais sustentáveis; valorização dos recursos endógenos naturais; tecnologias para a qualidade de vida e inovação territorial.

A matriz de referência para avaliar o alinhamento, com a RIS3 do Centro, de projetos candidatos aos Programas Operacionais do Portugal 2020 é constituída, precisamente, por estas plataformas de inovação e pelas linhas de ação existentes dentro de cada uma delas.

Em conclusão, com a RIS3 do Centro, pretende-se promover atividades que contribuam de forma clara e diferenciadora para a economia regional e/ou para o ecossistema regional de inovação e que tenham capacidade de produzir efeitos de arrastamento nas cadeias de valor e efeitos de disseminação na região.

 

RIS3 do Centro de Portugal 2020 (outubro de 2016)

Caderno A: RIS3 do Centro: Plataformas de Inovação e Linhas de Ação (outubro de 2017)

Caderno B: O processo de construção da RIS3 do Centro (agosto de 2018)

Caderno C: Programa de Trabalhos da RIS3 do Centro (outubro de 2016)

Caderno D: A Análise do alinhamento dos projetos candidatos ao Portugal 2020 com a RIS3 do Centro (dezembro de 2020)

Caderno E: O contexto regional e o potencial de inovação para as apostas da RIS3 do Centro [inclui um glossário e uma lista de acrónimos] (outubro de 2016)

 

Mapa Eixos RIS 3 Soluções Industriais Sustentáveis Valorização dos recursos endógenos naturais Tecnologias para a qualidade de vida Inovação territorial